SOBRE O DUDU

Desde muito cedo, Luiz Eduardo Schechtel, o Dudu, já mostrou que nasceu para o ramo da comunicação. Seja com a música, o teatro, o rádio ou a TV, ele carrega consigo uma trajetória de muito talento, persistência e, sobretudo, sucesso. Nos anos 80 e 90, ficou conhecido por sua banda Easy Rider, onde era vocalista.  O grupo mineiro, que cantava canções no estilo rock-and-roll em inglês, ganhou espaço na trilha sonora das novelas globais Mulheres de Areia e Olho no Olho e participou do Domingão do Faustão e Vídeo Show, da Rede Globo. Além disso, Dudu foi integrante de outras bandas como a Jambalaya, que esteve presente no programa Angel Mix, também da Rede Globo.

Em 1987, ele começou sua carreira de radialista, como locutor da Rádio Liberdade. A partir dai, passou por várias emissoras deixando sua voz forte e marcante se tornar conhecida pelos ouvintes mineiros. Em 1989, trabalhou como locutor da Rádio Terra e, dois anos depois, atuou na Rádio Transamérica como produtor e locutor. Mas foi em 1994 que ele ingressou como apresentador e produtor de um programa que, mais tarde, seria associado ao seu próprio nome: Graffite. Na época, o programa era da Rádio Extra FM, onde Dudu também apresentava o programa Extra Beat. Em 1997, marcou presença com seu carisma e sua irreverência na Rádio Jovem Pam apresentando e produzindo o programa Amolação.

Sua estreia nas telinhas se deu na TV Horizonte, com o Programa Tribo, também em 1997. Três anos depois, comandou novamente o programa Graffite, desta vez na Rádio Transamérica, onde ficou durante cerca de um ano. Ao mesmo tempo, apresentava o programa televisivo De Olho no Vestibular, na Band Minas. A partir de 2001, foi representante do Clube Atlético Mineiro na bancada do programa esportivo Alterosa Esporte, durante nove anos, onde ficou conhecido com o bordão “Galo Doido”.

Nesta época, surgiu a proposta de adaptar o Graffite para a televisão, só que com um formato de auditório. Foi uma trajetória de nove anos de muito sucesso, risadas e diversão, onde o apresentador fez história ao lado de outros grandes humoristas, como Rodrigo Rodrigues, Caju e Totonho. Em 2007, Dudu assumiu a direção artística da Rádio 98 FM, em Belo Horizonte, e, um ano depois, surgiu a ideia de retornar com o antigo Graffite em uma nova emissora de rádio, com o mesmo formato e elenco.

Outra fase marcante de Dudu foi na MTV Minas, quando levou ao público uma mistura de humor e informação na cobertura da Copa do Mundo na África do Sul, em 2010. Em seguida, trabalhou na Record Minas durante dois anos apresentando o programa Esporte Record, juntamente com Maíra Lemos, com notícias que descontraíam a torcida mineira, e foi apresentator do Hoje em Dia junto com Natália Guimarães (eterna Miss) e a jornalista Flávia Scalzo.

Atualmente, Dudu permanece no Graffite, na Rádio 98 FM, líder de audiência do público jovem em BH. Famoso pelo jargão “O lixão do rádio brasileiro”, o programa é marcado por descontração, participação do público e muito improviso. Como ator, Dudu já atuou no espetáculo Aqui Jazz a Comédia, no improviso Shakespeare em 3 minutos e viaja até hoje pelo país com o espetáculo O Marido da Minha Mulher, que entre 156 espetáculos foi a terceira peça mais assistida na Campanha de Popularização do Teatro e da Dança.

FOTOS DO DUDU

ASSISTA AO PORTIFÓLIO

Nunca teve tão bão!